Segundo presidente da entidade, Matheus Daniel, bares e restaurantes estão com dificuldade de contratar profissionais, principalmente para horário noturno, por causa de escassez de transporte público em Belo Horizonte e região metropolitana; MP vai investigar denúncia junto a órgãos do Poder Executivo Municipal e Estadual

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (Abrasel-MG) acionou o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) nessa quarta-feira (28) para que o órgão apure eventuais irregularidades no oferecimento do serviço público de transporte coletivo em Belo Horizonte e região metropolitana.

A representação foi direcionada à 17ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público da Comarca de Belo Horizonte e distribuída ao Promotor de Justiça, Dr. João Medeiros Silva Neto, que será responsável, inicialmente, por analisar os fatos denunciados pela entidade e conferir o devido encaminhamento para uma eventual investigação perante os órgãos do Poder Executivo Municipal e Estadual.

Segundo o presidente da Abrasel-MG, Matheus Daniel, além dos estabelecimentos terem que conviver com o ‘abre e fecha’ imposto pela prefeitura desde o início da pandemia, o sempre problemático transporte público tornou-se outro grande desafio para os trabalhadores do setor de bares e restaurantes e emperra a geração de empregos neste momento de retomada.

O dirigente aponta que a escassez de ônibus na cidade, acentuada no horário noturno, é um dos motivos que explica a dificuldade dos empresários na contratação de profissionais. “Muitos trabalhadores não têm transporte para voltarem para as suas casas após às 21h, principalmente os que moram em cidades da região metropolitana e precisam fazer baldeação nas estações de integração. Com isso, são obrigados a recusar propostas de trabalho”, conta.

Matheus ainda destaca que o setor está tentando gerar empregos, retomar as atividades, mas esbarra, agora, nesse novo entrave. “Por isso, contamos com o apoio do MPMG para regularizar essa situação, que muito interfere na produtividade do nosso segmento. O acesso ao transporte público é garantido por lei, é um direito de todo trabalhador. Vamos somar todos os nossos esforços para que seja garantido a todos o retorno da adequada prestação deste serviço primordial por parte das autoridades competentes”.

Agenda Comunicação Integrada

Jornalistas responsáveis:

Maíra Rolim – JP 8850- MG

Daniel de Andrade – RP 0020661-MG

(31) 3021-0204 | 9 8500-1358 | 9 9120-1068

www.agendacomunicacao.com