Sala de
Imprensa

Fechar
14.08.2020
Pandemia impulsiona ‘delivery colaborativo’

Comerciantes do Mercado Distrital do Cruzeiro entregam não só seus produtos na casa do consumidor como também os de outros lojistas do tradicional centro de compras; iniciativa ajuda o colega, principalmente neste momento de crise, e ao mesmo tempo otimiza atendimento ao cliente

Mesmo com todas as notícias ruins que tomaram conta dos noticiários nesta pandemia de coronavírus, alguns bons exemplos surgem para reforçar o quanto a solidariedade, nas pequenas grandes atitudes, ainda é uma de nossas marcas mais latentes. É o caso do ‘delivery colaborativo’, iniciativa desenvolvida de forma espontânea pelos comerciantes do Mercado Distrital do Cruzeiro, na região Centro Sul de Belo Horizonte. Vários deles entregam não só os seus produtos na casa do consumidor como também os de outros lojistas do centro de compras. Essa é uma forma de ajudar o colega, principalmente neste momento de crise, e ao mesmo tempo otimizar o atendimento ao cliente.

O comerciante Sidney Carlos de Lima, proprietário do ‘Sidney Hortifrútis’ desde a inauguração do Mercado do Cruzeiro, em 1974, conta que ao receber o pedido dos clientes por telefone, deixa claro que se eles quiserem podem solicitar, também, itens de outras lojas. Dessa forma a compra é entregue em um único delivery. “Muitas vezes o consumidor não quer apenas legumes, frutas e verduras. Para que ele não precise pedir vários deliverys, ao montar as sacolas separo as mercadorias que são minhas e dos outros lojistas que ele, porventura, escolher, seja do açougue, da casa de biscoitos, da loja de laticínios, utilidades, enfim, qualquer estabelecimento. Após a compra ser fechada, coleto os materiais em todas as lojas nas quais houve compra e o próximo passo é enviar o motoqueiro para fazer a entrega”, explica. Sidney faz questão, também, de ressaltar que não vê problemas em indicar um produto de seus concorrentes diretos. “Se o cliente, por exemplo, pede uma fruta que eu não tenho, vendo para ele as [frutas] de outros colegas que também trabalham com hortifrutis aqui no Mercado”.

Na hora do pagamento, a cooperação também prevalece. O comprador, geralmente, transfere o valor total da compra para Sidney e ele repassa a parte que cabe a cada lojista. “É uma prática de amizade, camaradagem. Não tem concorrência”, enfatiza acrescentando que as entregas acontecem em qualquer lugar da cidade, mas os endereços mais frequentes são os bairros próximos ao Mercado, além de locais como Sagrada Família, Horto e Santa Tereza (na região leste); e Buritis e Belvedere (Oeste).

A Royal Mercearia é outro estabelecimento do Mercado Distrital do Cruzeiro que também tem a prática de participar do delivery colaborativo. Segundo o proprietário João Morais, a loja recebe diariamente listas dos clientes por whatsapp com pedidos de produtos não só da mercearia como também de outros stands. “Eles [os clientes] selecionam os itens que querem receber em casa, enviam a lista, eu vou até os colegas, peço para separarem os produtos e, em seguida, fazemos a entrega”. Ainda de acordo com João, as vendas conjuntas correspondem a 25% do volume mensal de transações da Royal Mercearia. “Da mesma forma que eu entrego os meus produtos e de outros, outros levam os meus. Muitas vezes estou saindo para fazer entregas e pergunto aos colegas se tem algum item que eu possa levar para o fulano, beltrano. Isso é possível devido a nossa relação próxima com os clientes. Muitos, conhecemos pelo nome”.

Morais também conta que indica vários estabelecimentos para a clientela. “Às vezes o cliente faz a compra na segunda-feira mas quer levar, por exemplo, um mamão para comê-lo nos quatro últimos dias da semana, ou seja, entre quinta-feira e domingo. Alguns funcionários de hortifrutis conseguem escolher a fruta que estará pronta para consumo justamente a partir da quinta. Quando o consumidor faz esse tipo de pedido, conseguimos, pelo conhecimento que temos de cada lojista, indicar aquele que irá atendê-lo da melhor maneira.”

João completa que essa grande rede colaborativa é fundamental para um ambiente de trabalho saudável e harmônico. “Vários comerciantes estão no Mercado desde a inauguração. Os mais novos têm, no mínimo, 10 anos de casa. Então trabalhar coletivamente é imprescindível. Aqui não tem essa ‘do meu negócio e do seu negócio’.  A união é sempre a melhor solução para todos os momentos, principalmente nos mais difíceis”.

Serviço

Mercado Distrital do Cruzeiro

Rua Ouro Fino, 452 – Cruzeiro

Estacionamento gratuito para 250 veículos

Horário de funcionamento atual

Segunda-feira:  Facultativo

Terça-feira a sábado: 8h às 17h

Domingo e Feriados: 8h às 13h

Telefone para informações: (31) 3223-7844

ASSESSORIA DE IMPRENSA:

Agenda Comunicação Integrada

Jornalistas responsáveis:

Maíra Rolim – JP 8850- MG

Daniel de Andrade – RP 0020661-MG

(31) 3021-0204 | 9 8500-1358 | 9 9120-1068

www.agendacomunicacao.com